• RADAR

American Son: filme expõe uma representação emocional da dinâmica racial moderna

Quando Jamal, seu filho adolescente de 18 anos, desaparece misteriosamente depois de sair com amigos, Kendra (Kerry Washington) e Scott (Steven Pasquale), um ex-casal inter racial, precisam enfrentar o preconceito de raça, gênero e classe dos procedimentos policiais padrões durante a busca pelo paradeiro do menino.


Diante de uma série de perguntas irritantes e sem resposta, ela navega por um sistema de preconceitos inconscientes, perspectivas entrelaçadas e uma dinâmica conjugal tensa com seu ex-marido. Baseado na aclamada peça da Broadway, e também com papéis reprisados ​​de Jeremy Jordan e Eugene Lee, AMERICAN SON do diretor Kenny Leon, é uma representação emocional da dinâmica racial moderna e das tensões sistêmicas.



1 visualização